Online Consulting
  • Português (Brasil)
  • English (United States)
Home
A+ R A-
Friday, 19 July 2019
Telecom Italia planeja venda de € 2 bilhões em ativos
Friday, 19 July 2019 16:46 NOTÍCIAS GERAIS
There are no translations available.

Venda de fatia das Unidades de infraestrutura móvel e de crédito ao consumidor estariam nos planos.

alt
View of a Abstract connection structure with connecting dots and lines – 3d rendering

O jornal italiano La Republica publicou notícia na quarta-feira, 16, segundo a qual a Telecom Italia estaria planejando a venda de € 2 bilhões em ativos. A empresa, dona da TIM Brasil, estaria disposta a se desfazer de parte das ações da empresa de infraestrutura Inwit, da qual possui 60% do capital.

No começo do ano a Telecom Italia havia firmado acordo com a Vodafone para estudarem a fusão de suas unidades de infraestrutura, o que resultaria numa empresa detentora de 22 mil torres no país. Além do dinheiro obtido com a venda, a operadora conseguiria desbloquear dividendos com a operação, afirma o jornal.

A Telecom Italia também estaria planejando vende data centers  e a unidade de operação de crédito ao consumidor. A estratégia estaria sendo criada pelo CEO da companhia, Luigi Gubitosi e poderia ser apresentada ao conselho de administração em 1º de agosto.

Durante evento do qual participou no dia seguinte, no entanto, o executivo afirmou que não há estudo para a venda de data centers, mas que planeja sim um negócio com a unidade de crédito ao consumidor a partir da criação de uma joint venture com bancos. O dinheiro obtido deve ser usado para abater a dívida do grupo, atualmente na casa dos €25 bilhões. (Com noticiário internacional)


Bradesco Seguros apresenta novidade
Friday, 19 July 2019 16:46 NOTÍCIAS GERAIS
There are no translations available.

FONTE: CQCS | Carla Boaventura

bradesco 1

O site do Clube de Vantagens Bradesco Seguros está de cara nova. O portal foi reestruturado com o objetivo de oferecer uma boa experiência para os usuários e de facilitar o acesso às ofertas e promoções especiais disponíveis. Além disso, o novo espaço conta com um layout mais simples, objetivo e funcional.

Entre as mudanças estão a home do site que foi desenvolvida para dar destaque as principais novidades, ofertas e produtos disponibilizados pelos inúmeros parceiros. Estão disponíveis serviços como viagens, restaurantes, farmácias, pet, produtos infantis, utilidades domésticas, eletrônicos entre outros produtos e serviços.

O Clube Bradesco Seguros foi o primeiro de vantagens desenvolvido pelo mercado de seguros, ele promove grandes descontos para os clientes da Bradesco Seguros nos grupos de Previdência, Vida, Residencial, Saúde, Dental, Capitalização e Cartão de crédito da seguradora. Através do serviço de localização, é possível que o cliente filtre os benefícios disponíveis em sua área de interesse.

O Clube de Vantagens está disponível no aplicativo Bradesco Seguros, onde também é possível consultar promoções e realizar compras de forma rápida e prática.


Exportações de produtos de telecom crescem 42,8% em junho
Friday, 19 July 2019 16:45 NOTÍCIAS GERAIS
There are no translations available.


Itens de comutação privada tiveram aumento de demanda externa, cujas vendas, em receita, aumentaram 16x.

 

Business vector created by Timmdesign - Freepik.com
Business vector created by Timmdesign – Freepik.com

As fabricantes brasileiras de equipamentos de telecomunicações venderam 42,8% mais para o exterior em junho deste ano do que no mesmo mês de 2018. As exportações do segmento somaram US$ 23 milhões no mês, ante US$ 16,1 milhões um ano antes. Na comparação com maio, as vendas cresceram 3,4%. Os produtos que tiveram maior aumento de procura foram os itens de comutação privada.

Já o segmento de informática registrou queda de 25,3% nas exportações (sobre junho de 2018), que somaram US$ 30,6 milhões. Em relação a maio, houve aumento de 1,8%.

No mês de junho de 2019, as exportações de produtos eletroeletrônicos somaram US$ 482,6 milhões, ficando estáveis (-0,1%) em relação a junho de 2018 (US$ 483,0 milhões).

Importações

As importações de produtos elétricos e eletrônicos atingiram US$ 2,49 bilhões no mês de junho de 2019, 8,3% abaixo do mesmo mês do ano anterior (US$ 2,71 bilhões).

No segmento de telecomunicações houve diminuição das compras externas. O segmento importou US$ 151,4 milhões, 35,9% menos que em junho de 2018. Sobre maio, a queda foi de 13,5%.

Em informática a retração foi de 10% ano a ano. As compras do exterior somaram US$ 143,8 milhões. Em relação a maio, houve aumento de 7,2%.

Acumulado

No acumulado do ano, as exportações de equipamentos de telecomunicações somaram somam US$ 140,6 milhões, alta de 41,5% sobre o primeiro semestre de 2018. As de informática caíram 12,1%, para US$ 169,8 milhões.

Já as importações cresceram 4,6% em telecomunicações, alcançando US$ 1,02 bilhão. Em informática caíram 5,7%, para US$ 858 milhões.

Os produtos mais importados pela indústria eletroeletrônica brasileira no ano foram semicondutores (US$ 2,48 bilhões), componentes para telecomunicações (também US$ 2,48 bilhões), e componentes de informática (US$ 739 milhões). Em todos os casos houve diminuição dos valores comprados.

Os dados, reunidos pela Abinee (Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica) indicam que a balança comercial do setor está negativa em US$ 13,05 bilhões neste ano, praticamente em linha com o mesmo período de 2018.


Avança rapidamente projeto que cria seguro de vida obrigatório
Friday, 19 July 2019 16:45 NOTÍCIAS GERAIS
There are no translations available.

FONTE: CQCS

 

Avança rapidamente na Câmara o projeto de lei que cria seguro de vida obrigatório para servidores públicos da área de Segurança Pública. A proposta já está na Comissão de Finanças e Tributação, após ter parecer aprovado na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado.

Como o CQCS já noticiou, o autor da proposta, do deputado Léo Moraes (PODE-RO), explica que esse novo seguro será devido sempre que o fato gerador da morte ou invalidez do servidor tiver relação direta com a função pública, “quer seja no exercício direto ou em razão dela”, incluindo o deslocamento da residência ao local de trabalho e o retorno do local de trabalho para a residência.

Segundo o deputado, os integrantes dos órgãos de segurança pública há muito tempo carecem de um “tratamento digno” estabelecendo-se as condições mínimas para o exercício de suas funções. “Noticia-se diariamente a morte de um policial, seja no exercício de sua atividade ou em razão dela. Infelizmente, com a indiferença do Estado, muitas famílias ficam desamparadas.”, frisa o autor do projeto.

Ele acrescenta que a criação de um seguro de vida para a categoria importará em dignidade para a família do servidor morto ou para que o policial portador de deficiência possa prover o sustento básico dos seus filhos e receba um mínimo atendimento de saúde.

Já o relator, deputado Fábio Henrique (PDT-SE), apresentou parecer favorável por entender tratar-se de proteção à família do profissional, que ao ser vitimado, nada mais pode fazer por sua prole. “Significa o reconhecimento antecipado do Estado à responsabilidade e dedicação do profissional que porventura venha a falecer ou se tornar inválido”, diz o parecer aprovado.


Ouvidorias do setor segurador apresentaram 94% de efetividade nas demandas em 2018
Friday, 19 July 2019 16:44 NOTÍCIAS GERAIS
There are no translations available.

FONTE: CNseg

9ª edição do Relatório de Atividades das Ouvidorias do Setor de Seguros CNseg acaba de ser lançada

As ouvidorias do setor segurador vinculadas à Confederação das Seguradoras (CNseg) atenderam a mais de 150 mil demandas em 2018, apresentando um índice de efetividade de 94%, ou seja, apenas 6% das demandas repercutiram em outras instâncias, como Susep, Procons e Ações Judiciais. Essas informações estão contidas na 9ª edição do “Relatório de Atividades das Ouvidorias do Setor de Seguros” – referente a 2018 – , elaborado pela CNseg por meio de sua Comissão de Ouvidoria. Para o Relatório, foram coletadas informações de 81 empresas e grupos associados, representando 90,1% da arrecadação de Seguros Gerais; 97,4% de Previdência Privada e Vida; 85,9% de Capitalização e 84,8% de Saúde Suplementar.

“O Relatório compõe um diagnóstico setorial das demandas dos consumidores nas Ouvidorias, com relação aos produtos e serviços ofertados pelas empresas de seguros. O objetivo desta publicação é apresentar o monitoramento das demandas, identificando temas de maior atenção e tendências, visando oferecer mais uma fonte de informações aos Ouvidores que os auxiliem no desempenho de sua missão”, afirma o presidente da CNseg, Marcio Coriolano.

Além de números de atendimento, detalhados por ramos, modalidades e por canais mais demandados, o Relatório de Ouvidoria ainda apresenta, ainda, os principais projetos desenvolvidos em 2018 pela Comissão de Ouvidoria, em parceria com a Comissão de Relações de Consumo, ambas da CNseg. Entre os destaques, a 4ª Celebração do Dia do Ouvidor e do Dia do Consumidor, o 6º Colóquio de Proteção do Consumidor de Seguros e a 8ª Conferência de Proteção do Consumidor de Seguros.

Segundo o presidente da Comissão de Ouvidoria da CNseg, Silas Rivelle Jr., os indicadores apresentados no Relatório “evidenciam a relevância do trabalho dos profissionais das Ouvidorias no exercício de suas atribuições de mediação, prevenção e solução de conflitos, propondo melhorias de produtos e processos”.

Sobre a CNseg

A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) congrega as empresas que compõem o setor, reunidas em suas quatro Federações (FenSeg, FenaPrevi, FenaSaúde e FenaCap). A missão primordial da CNseg é congregar as lideranças das Associadas, elaborar o planejamento estratégico do setor, colaborar para o aperfeiçoamento da regulação governamental, coordenar ações institucionais de debates, divulgação e educação securitária e representar as Associadas perante as autoridades públicas e entidades nacionais e internacionais do mercado de seguros.


Capitalização poderá ser usada em licitações
Friday, 19 July 2019 16:43 NOTÍCIAS GERAIS
There are no translations available.


 

 FONTE: DCI via Fenacor

titulos-de-capitalizacao-valem-a-pena

O DCI relata que o mercado de capitalização proporá inserir os títulos da nova modalidade de garantia na nova lei de licitações. Só nos cinco primeiros meses do ano, as receitas do setor avançaram 12% em relação a igual período de 2018, de R$ 8,623 bilhões para R$ 9,655 bilhões.

A iniciativa vem em linha com o surgimento do título como instrumento de garantia, modalidade possibilitada pelo novo marco regulatório do setor, em vigor desde abril deste ano. A linha, que antes era acoplada à modalidade tradicional e visava apenas contratos locatícios, ganhou atuação solo e a possibilidade de ser utilizada em qualquer outro tipo de contrato.

De acordo com o superintendente de riscos financeiros e capitalização da Porto Seguro, Luiz Henrique, apesar de ser muito cedo para perceber crescimentos advindos do novo marco, os produtos criados possuem um forte apelo ao consumidor e, por isso, a proposta de incluir títulos com finalidades para licitações e infraestrutura pode ser contemplada.



Terra Report - Março de 2019 - Edição nº 31
Friday, 19 July 2019 11:22 NOTÍCIAS GERAIS
There are no translations available.

http://www.pellon-associados.com.br/portal/images/PDFs/Artigos/Terra%20Report%20Brasil%20201903%20v06.pdf

Last Updated ( Friday, 19 July 2019 11:27 )

Login

Register

*
*
*
*
*

* Field is required